Olá Visitante! Acesse sua conta ou Cadastre-se

Show de Sucessos

12:01 às 15:00

Participe! :

Ligue 3539-9292 ou participe aqui em nosso site!

Balas, chocolates e até sanduíches proibidos nas escolas

Henrique Muzzi

Material de cobiça das crianças e adolescentes, as guloseimas, frituras e produtos industrializados em geral estão com os dias contados nas escolas estaduais e municipais de Minas. Isso porque passa a vale à partir do dia 24 de junho a Lei Estadual 15.072, de 2004, que proíbe a comercialização de diversos produtos tanto nas lanchonetes assim como no entorno das escolas.

E a lista de alimentos proibidos é grande. Além das balas, pirulitos e chocolates, os locais não poderão vender salgadinhos, frituras em geral, salgados que tenham gordura hidrogenada, pipoca industrializada, presunto, mortadela, salame, carne de hamburger, bacon e até mesmo achocolatados.

A ideia é mudar não só o consumo de alimentos no ambiente escolar, mas também conscientizar os jovens sobre a importância do consumo de materiais saudáveis. Poderão ser comercializados frutas, legumes, verduras, sucos 100% naturais, bebidas como leite, leite fermentado, iogurtes, vitaminas de frutas naturais, aveia, sanduíches sem maionese e embutidos, pães integrais, entre outros.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, a fiscalização nestes locais ficará à cargo da Vigilância Sanitária Municipal. Sobre a situação dos vendedores ambulantes, todos terão que se adequar às novas regras e também passarão por inspeções.